VERTICAL 013
PRACA.023
INTERNO 011

SOCIAL HOUSING – ALMADA

CARACTERIZAÇÃO DA PROPOSTA
A proposta parte da análise dos princípios e limites dados pelo programa para definir uma estratégia projetual em que a racionalidade esteja associada à criação de uma identidade arquitetônica coerente.
ESPAÇOS PÚBLICOS , INTEGRAÇÃO URBANA E IMPLANTAÇÃO
O terreno da área de intervenção caracteriza-se pela sua forma triangular e pela diferença de cota entre a Rua da Bela Vista e a Estrada do Casquilho, no seu limite oeste, que se dilui progressivamente à medida que a Rua da Bela Vista sobe em direção ao cruzamento.
O Bairro Rosa, a Este, que desce a encosta no sentido do vale, é a mais importante conexão com o Conjunto do Casquilho Poente.
Em termos urbanos o projeto parte do limite de implantação de 627 m2, para a divisão do programa proposto em dois edifícios distintos.
Esta escolha projetual prende-se sobretudo com a vontade e necessidade de criação de um conjunto de espaços públicos diferenciados, com uma hierarquia definida, capazes de gerar diferentes vivências e responder às necessidades programáticas.
A posição dos edifícios define, por um lado, a forma destes espaços (relacionada com a utilização), criando uma sequência em que as suas entradas fazem parte do desenho urbano.
A escolha da cota de implantação, a uma cota intermédia, está relacio- nada com a criação de uma ligação urbana ao bairro Rosa. Assim o eixo de construção dos espaços é gerado pela conexão entre as entradas dos edifícios à cota da via nesse ponto, 82,7.
Edifícios e espaços públicos determinam-se mutuamente contribuindo para a existência de um espaço uno e permeável em que a singularidade
do desenho cria uma nova referência em termos urbanos.
CARACTERIZAÇÃO URBANA
A frente da Rua da Bela Vista desenha-se como como uma via urbana ca- racterizada pela existência de espaços verdes e zonas de estacionamento neles integradas.
O espaço formado pelas entradas dos dois edifícios que se viram para esta rua, o percurso de acesso e a área verde adjacente formam uma “porta”.
Na zona central, a praça formada pelos blocos, constitui um espaço de estar em relação direta com as áreas comuns do piso térreo.
Do lado oposto a conexão com a zona dos estacionamentos, faz do espaço da Praça o centro do projeto.
TEAM:

Sara Maduro

CLIENT:

IHRU

LOCATION:

Almada - Portugal

AREA:

5.500m2

YEAR:

2022

PROJECT STATUS:

Second Place